GEOGRAFIA DA CIDADE

Localização e Caracterização

O Município de Pinhalão está localizado no nordeste do Estado do Paraná, na Mesorregião Norte Pioneiro Paranaense e possui 260 quilômetros quadrados de área.
Pinhalão está compreendido entre as coordenadas geográficas de 23 graus e 47 minutos de Latitude Sul e Longitude Oeste de GMT de 50 graus e 04 minutos. A Altitude da sede do município é de 601 metros.

Limita-se ao norte com o município de Jaboti, à noroeste com Japira, a oeste e sudoeste com Ibaiti, ao sul e sudeste com o município de Arapoti e a leste com o município de Tomazina.

Além do Distrito de Lavrinha, destacam-se ainda os seguintes bairros: Serrinha, Sul Mineira, Lageadinho, Silva Reis, Mingotes, Mococa, Ranulfo, Pedrilha, Campina, Terra Roxa, Vidal, Bonin e Pedro Daniel.

A cidade de Pinhalão está a noroeste de Curitiba e dista da Capital paranaense 320 quilômetros.
O Município foi criado em 14 de novembro de 1.951, pela Lei Estadual nº 790 da mesma data, e instalado oficialmente em 14 de dezembro de 1.952.

Clima

O clima de Pinhalão é subquente superúmido com subseca. A temperatura média anual varia de 19 graus ao sul a 21 graus ao norte, sendo o mês de fevereiro o mais quente e o mês de julho o mais frio. Na porção norte e leste o verão é mais forte que no sul do município.
Registram-se temperaturas máximas médias anuais de 26 graus e temperaturas mínimas médias variando entre 14 a 15 graus.

Chove em média de 1.300mm a 1.400mm de precipitação anual.
A umidade relativa do ar do município compreende um intervalo médio entre 75% a 80%.

Hidrografia

A bacia que drena o município é a bacia hidrográfica do Rio das Cinzas, afluente do Rio Paranapanema.
O município tem diversos rios e riachos que contribuem para com a riqueza do solo, destacando-se:
– Rio das Cinzas, a sudeste do município de Pinhalão, delimita um trecho da divisa com o município de Tomazina.
– Rio Ribeirão Grande que adentra o perímetro urbano da cidade de Pinhalão, tem sua nascente no município de Ibaiti e sua foz no Rio das Cinzas.
– Ribeirão Anta Brava ou do Café, ao sul, delimita a divisa do município de Pinhalão com o município de Arapoti.
E outros como o Rio Taquara, Ribeirão Duas Barras, Ribeirão do Saltinho, Ribeirão Bonito, Ribeirão da Campina e Ribeirão do Lajeado, Ribeirão do Lajeadinho, e Ribeirão da Água Fria e Ribeirão da Pedrilha.

Relevo

O município de Pinhalão está inserido no Segundo Planalto Paranaense, apresentando de uma maneira geral, uma topografia acidentada. Os maiores gradientes de declives estão ao sul e sudoeste do município com áreas apresentando até 20% de declividades.

Florestas e Vegetação

Na formação florestal, a flora está condicionada a um período de baixa precipitação pluviométrica, além da ocorrência eventual de geadas, quando 20% a 50% das árvores do dossel perdem suas folhas, modificando fortemente a fisionomia da vegetação. Está dividida no município em dois tipos: Floresta estacional semidecidual submontana (abaixo de 500 m de altitude) e Floresta estacional semidecidunal aluvial (planícies aluviais ao longo dos rios.

A literatura relaciona as seguintes espécies nativas que integram a composição geral das formações vegetais do município: fumo-brabo, grandiúva, pata-de-vaca, embaúva, canela-guaicá, entre outras.

A terra é utilizada com pastagens e agricultura de subsistência, sendo que a maior área de terra do município é utilizada para a agricultura.